sexta-feira, 29 de maio de 2009

:: DICAS :: Copy + Paste nos Links do InDesign

Hoje vou escrever um pouco sobre o InDesign, links e migração do documento do Quark para InDesign.

Uma dúvida muito comum relacionada ao InDesign e Quark é: Ao reproduzir um documento, eu posso dar um copy + paste nas imagens do QuarkXpress para o InDesign?
A resposta é simples: Quando eu copio uma imagem de qualquer programa ou pelo Quark e depois colo no InDesign, o link não aparece no painel Links.
Eu teria que relinkar a imagem manualmente dentro do InDesign novamente.

Há um jeito fácil de relinkar essas imagens perdidas do Quark dentro do InDesign?
Copiando e colando imagens do Quark no InDesign não é uma boa idéia. O problema que ocorre é que as imagens ficarão embutidas dentro do InDesign e posteriormente elas não poderão ser editadas caso haja a necessidade de fazer alguma edição na imagem no Photoshop, Illustrator ou qualquer outro editor externo. A questão então é: Como eu posso reproduzir o mesmo layout do Quark no InDesign.

Há algumas maneiras diferentes que podem ser testadas:

Opção 1 - Plugin Q2ID
O plugin Q2ID criado pelo Markzware consegue recriar seu layout muito bem e as imagens podem ser linkadas automaticamente. Porém é pago e a versão Trial não possui todas as ferramentas disponíveis.


Opção 2 - Reprodução Manual
Se o projeto for pequeno, vale a pena reproduzir o projeto novamente na mão. Eu recomento essa opção para alguns novos usuários do InDesign porque essa prática ajuda o treino na usabilidade do programa. Outra vantagem de reproduzir manualmente é a possiblidade que você tem de fazer pequenas modificações (para melhor) no projeto.

Opção 3 - Exportar
A última opção é exportar o arquivo do Quark para um formato que o InDesign possa ler. Há um tempo atrás, essa opção não era uma boa saída. Hoje em dia, vale! O problema é que o InDesign consegue abrir apenas os arquivos do Quark 4 e 3.3. Se você tem
um arquivo Quark 8, você precisa usar o Quark 8 para exportar para o Quark 7. Depois, utilizar o Quark 7 para exportar para o Quark 6 e efetuar o mesmo procedimento até chegar na versão Quark 4. É um trabalho doloroso.

Mas, para evitar utilizar essas opções o ideal é manter todos os links do projeto em uma única pasta organizada.

0 Opiniões: