segunda-feira, 13 de junho de 2011

Trabalhar com tabelas no InDesign pode se tornar um pouco cansativo ou frustrante mas, se utilizar as ferramentas certas, seu trabalho ficará com um toque diferente.
Catálogos utilizam muitas tabelas e, em sua maioria, tem um layout padrão, quadrado e com pouca variação. 

Hoje, quero passar duas dicas para vocês, sendo a primeira ensinando como criar um layout bacana utilizando objetos ancorados e, em seguida, exportando os dados da tabela para o Excel (o caminho inverso do que geralmente é feito). 

Veja um exemplo de tabela feita no InDesign:
Clique sobre a imagem para visualizá-la maior
Clique sobre a imagem para visualizá-la maior

Os detalhes destacados nesta tabela foram feitos utilizando objetos ancorados. Esses objetos são desenhos geométricos criados no próprio InDesign. 
Você está imaginando agora o quão trabalhoso foi colocar objeto por objeto na posição correta da tabela, certo?

E se eu disser que o trabalho que tive foi posicionar apenas dois objetos na posição correta e depois aplicar um Find/Change? 

Não acredita? 

O primeiro passo antes de criar uma tabela é criar estilos de célula para cada variação de célula da tabela e posteriormente criar um estilo de tabela. Devemos ter em mente que diagramar tabelas requer bastante atenção aos detalhes e à padronização, portanto, estilos bem criados agilizam o processo de trabalho. Se você não sabe como criar um estilo de célula/tabela, leia esse tutorial: Estilos de célular (Cell Styles) e estilos de tabela (Table Styles).
 
Estilos devidamente criados, vamos entender o funcionamento da âncora no InDesign. 

Anchored Object ou objeto ancorado é utilizado quando você precisa que um objeto ou imagem flua conforme o texto, ou seja, se o texto correr na página, o objeto corre proporcionalmente.
Identificamos que um objeto está ancorado pelo seguinte símbolo:

Para ancorar um objeto em um frame de texto basta recortar o frame do objeto e colar dentro do frame de texto (o posicionamento pode ser ajustado em Object > Anchored Object > Options). 


Obs.: Na versão CS5.5, basta arrastar um frame dentro de outro para ancorá-lo. 


Na tabela acima, primeiro foi criado dois tipos de objetos: um retângulo (para ser utilizado nas células da esquerda) e um círculo (para ser utilizado entre as células). 

Depois de criar os objetos, crie um estilo de objeto (Window > Styles > Object Styles [Ctrl + F7 / Cmd + F7]).

Ancore o triângulo na primeira célula e o círculo na segunda célula. Utilizando o Anchored Object Options, posicione o local exato dos objetos na tabela.


Obs.: É importante nessa hora atualizar o estilo de objeto com a posição exata desejada. Para isso, basta abrir a paleta Object Styles e com o botão direito do mouse clicar em Redefine Style.  


A partir de agora, tudo o que temos de fazer é selecionar a primeira coluna, ir em Edit > Find/Change (Ctrl + F / Cmd + F), acessar a aba GREP e aplicar a seguinte configuração:


Find What: Location > Beginning of Paragraph e Wild Card Character > Any
Change To: Other > Contents of Clipboard formatted e Found > First Text. 
Search: Selection 
Done


A configuração deverá ficar assim: 

Clique na imagem para visualizá-la maior
Observe que o objeto foi ancorado em todas as células selecionadas. 


Obs.: Para que a função seja aplicada corretamente, é necessário que todas as células sejam exatamente do mesmo tamanho. 


Pronto! Agora basta usar a criatividade!



:: Exportando planilhas do Excel para o InDesign ::

Dias atrás, um amigo me questionou se havia a possibilidade de exportar uma tabela do InDesign para o Excel. 

Não é raro acontecer do cliente enviar uma tabela cheia de dados (toda bagunçada) e pedir que, a partir daquilo, saia um catálogo lindo e charmoso. Mas e quando o cliente perde a planilha original e quer que você converta o arquivo de InDesign em Excel novamente?

O InDesign não converte tabelas em arquivos de Excel de forma explícita. Mas existe uma forma de conversão que dá um pouco de trabalho mas funciona bem (nem sempre!). 

Para converter uma tabela do InDesign em Excel, faça o seguinte procedimento:

1. Selecione toda a tabela.
2. Vá em Window > Utilities > Scripts > Application > Samples > JavaScript > ExportAllStories.jxs


3. Clique em Text Only e selecione uma pasta para salvar o arquivo de texto. 
4. Abra o Excel e, em seguida, abra o arquivo .txt que acaba de exportar.
5. Por fim, no Excel, selecione a opção de importação de dados por tabulação (a tela e as informações variam conforme a versão do Pacote Office).
  

Agradecimento especial à Fabiana GO por ter me esclarecido a dúvida para poder repassar a informação. 

0 Opiniões: